domingo, 22 de fevereiro de 2009

"Dia de mulher" - carinho na alma

Sexta-feira fomos eu, a Rachel e o Max na "Tonic" com o pessoal do meu clube de corrida. Bem divertidinho e, muita música, pints, risadas e conversas inconsequentes depois, acabamos indo acalmar a larica num restaurante indiano. Eu não gosto de curry nem a pau mas seja lá o que comemos (com certeza não era curry) estava bom.


A Rachel dormiu aqui em casa e no dia seguinte (ontem), o Max levou o Rafa para o treino de futebol (coisa de homem) enquanto que eu e a Rachel passamos um "dia de mulher" no shopping. Tão bom! Em meio a montes de tititis e tagarelices, experimentamos roupas e sapatos e a amiga me ajudou a comprar maquiagens decentes. E, de lambuja, uma aulinha prática em como se maquiar. É que é o seguinte, eu, uma mulher desse tamanho (= não sou nenhuma menininha) não sabe usar uma simples sombra no olho! Pronto, confessei.


Também comprei umas galochas de borracha para levar a Daisy para passear no parque. Há horas que eu queria umas dessas verdes de jardineiro mesmo, porque sempre tinha que contornar ou dar meia volta quando me deparava com as trilhas enlamaçadas do parque - aqui sempre chove, lembra? - e acabava voltando para casa com os sapatos imundos e agora tô safa, posso encarar a lama ha ha ha!!! Claro que acabei encontrando umas botas de borracha pretas com fivelas e tudo o mais que parecem mais coturnos do que botas de açougueiro mas só porque vou poder enfiar o pé no lodo não quer dizer que eu não possa fazê-lo com um pouco de classe...


**********************


Eu sou uma exibida (mas é que estou tão contente), então lá vou eu novamente... Seguinte, estou com as passagens nas mãos para ir para o Brasil!!! Yeah, baby!!! Eu e o Rafa vamos no final de março, o Max acha que vai para a Páscoa. Ele andou vendo preços para um bilhete na classe executiva alegando que as costas não vão sobreviver nas poltroninhas da classe econômica. Aff! Eu iria para o Brasil até a nado, mas cadum, cadum.

2 comentários:

Hamilton disse...

Como? Não gostas de curry? Não és filha da tua mãe. Mas que barbaridade!

Carlinha disse...

Querida Ale,

Sempre dou um pulinho aqui, morro de vontade de ter um Blog (estudante de jornalismo preguiçosa!), eu me apego sabe! Me apeguei no seu blog...rs!
Lembrei de ti a pouco tempo, fui pedida em casamento la em IlhaBela...você era louca por lá e diziamos que teriamos uma casa por lá.
Bjos

Carla Bovolini